VIVER DÁDIVA É, brasileiro ser,comenda é

VIVER DÁDIVA É, brasileiro ser,comenda é

1 de mar de 2011

DOIS TRISTES CONTOS DE FADA! TONG HUA

UMA HISTÓRIA DE AMOR, MUI COM VÍDEO ESSE SEMELHANTE, ASSISTI, AO VIVO E EM CORES, A PROTAGONISTA DESSA DE AMOR HISTÓRIA, NÃO SÓ ME APRESENTOU AO AMOR DE VIDA MINHA,ASSIM COMO SEMPRE INCENTIVOU, NAMORO NOSSO.
PRESTES A SE CASAR, MOÇA ESSA ANA SHICARINO, VÍTIMA DE UM ANEURISMA CEREBRAL, FALECEU TRES DIAS APÓS, AOS VINTE ANOS DE IDADE, EM POST ESSE,COM O CORAÇÃO INUNDADO DE TRISTEZA, ASSIM COMO REGINA ,ESPOSA MINHA,ABRAÇADOS E MUI CHORANDO,TRIBUTAMOS  Á ANINHA ALMA LINDA,QUE NOS DOOU O AMOR!





15 comentários:

  1. querido amigo, de desabafo melancolico e cheio de carinho e amor, vem do fundo da alma, lindo, bjd

    ResponderExcluir
  2. Que homenagem linda e triste.
    Beijos na teu coração e da tua esposa.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Lindo tributo ao Amor que não morre!
    Obrigada,meu querido Amigo!
    Obrigada,Regi.
    Sempre prontos a estender a mão...a
    quem precisa!
    Liiiiiiiiiindo!
    Beijo.
    isa.

    ResponderExcluir
  4. ..."Alma gêmea da minh`alma,
    Flor de luz da minha vida,
    Sublime estrela caída
    Das belezas da amplidão!...

    Quando eu errava no mundo
    Triste e só, no meu caminho,
    Chegaste, devagarinho,
    E encheste-me o coração.

    Vinhas na bênção dos deuses,
    Na Divina claridade,
    Tecer-me a felicidade,
    Em sorrisos de esplendor!...

    És meu tesouro infinito,
    Juro-te eterna aliança,
    Pois eu sou tua esperança,
    Como és todo o meu amor!"

    Alma gêmea da minh`alma
    Se eu te perder algum dia
    Serei a escura agonia
    Da saudade nos seus véus...

    Se um dia me abandonares,
    Luz terna dos meus amores,
    Hei de esperar-te entre
    as flores
    Da claridade dos céus...

    (Emmanuel Chico Xavier)

    ...só me ocorreu estas
    palavras diante de tanta
    beleza!

    bj, guerreiro!

    ResponderExcluir
  5. Muito triste essa homenagem,mas, cheia de amor e saudades.Boas lembranças preenchem a falta né meu doce amigo?! Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  6. Toda a perda próxima de nós é muito triste. Infelizmente, ainda não estamos preparados para aceitar a morte como a coisa mais certa da vida. As lembrança são o alívio, o esteio, o suporte...Bjs meu querido, linda homenagem desse coração tão gentil de poeta.

    ResponderExcluir
  7. Sentida homenagem.

    "O homem morre tantas vezes quantas vezes perde os seus. "

    Abraço meu.

    ResponderExcluir
  8. Meu querido

    Uma história muito triste...morremos de cada vez que a dor nos doi muito.
    Deixo o meu carinho e espero que estejas a melhorar.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  9. emocionou,levei para o blog Anjos querido ,obrigada por esta emoção!
    http://amigoanjovirtual.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Meus queridos Ricardo & Regina,

    Nossa passagem é breve, e devemos viver o AGORA com toda a propriedade de nossos corações. Assim, o tempo deixa de existir para dar lugar ao pulsar da eternidade.

    Beijos aos casal amado,
    Com carinho, Madalena

    ResponderExcluir
  11. Ricardo devemos estar preparados.
    Um dia será a nossa vez e quando isso acontecer que partamos de consciência leve. Deus receber-nos-á com alegria de termos cumprido a nossa missão.

    Tanta gente nova que parte sem explicação que caiba nos nossos modestos pensamentos- Dói muito......

    ResponderExcluir
  12. Queridos Ricardo e Vitória,

    Sem notícias mas certa de que estás a recuperar bem, venho visitar-te e deparo-me com um texto e todo um ambiente de consternação e muito carinho pelo semelhante.

    Só mesmo tu, amigo.

    Beijinhos ternos

    ResponderExcluir
  13. Olá, meu querido Calmon, tenho um carinho para você no Contos por Shyori.

    Saudades, amigo meu.
    Beijos imensos!

    ResponderExcluir
  14. Amado. Sempre amado amigo poeta!

    Que os anjos te guardem e que Deus te dê forças e saúde para que possamos ter a tua agradável, amável, imprescindível companhia.

    Te amo de todo coração!!!

    ResponderExcluir
  15. Querido Ricardo e Regina Vitória :)

    Agora sei que estás no caminho para uma franca recuperação o meu ânimo se altera.
    Feliz por saber de ti e triste por saber da nossa amiga poetisa! A vida é esta constante...

    "Olá, Ná amiga!
    Obrigada pelo poema e sobretudo pelo carinho da “lembrança”. A morte de um irmão é…
    “É na morte que se afirma a vida”, mas ninguém quer que um dos seus faleça. A perda é um sentimento muito denso e duradoiro. Contamina a alma da gente e perdura pelo tempo. E mesmo que entendas essa perda, funcionas como se um pedaço teu andasse à deriva.
    Peço desculpa Nã. amiga, mas não vou comentar o teu post, por me sentir “embatucada”, entoutecida…
    Apenas o meu abraço pelo poema (tão a jeito) da nossa amiga Ana Maria...."

    Perceberás a sua dor e com ela estarás assim como eu.

    Beijos para ambos

    ResponderExcluir