VIVER DÁDIVA É, brasileiro ser,comenda é

VIVER DÁDIVA É, brasileiro ser,comenda é

24 de out de 2011

Preparatórium Rumo A Íthaca A MISSÃO



                                                 UNIDADE  FÉ  ACREDITAR  PERDOAR







Fernanda disse...
Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...
Vinicius de Moraes

Beijinhos amigo Ricardo.
24 de outubro de 2011 22:04
Fernanda by Portugal
AMIGA INESQUECÌVEL



TODOS DANÇAREMOS
A DANÇA DA VIDA



COMPARTILHAR,DIVIDIR, A DICOTOMIA PRATICAR
TUDO ISSO É SÓ VIDA! NADA MAIS!


6 comentários:

  1. Meu caro Ricardo,
    Perdoe-me a confusão que fiz. Estava eu admirando seu blog como sempre faço e ao mesmo tempo conversando no Facebook com um meu amigo de Recife, sobre a entrevista que havia visto com o Cabo Anselmo. Acabei copiando e colando resposta em lugar errado. É claro que o contexto é metafórico...
    Novamente perdoe-me. Peço desconsiderar.
    Seu blog continua instigante.
    Um abraço

    João Mario

    ResponderExcluir
  2. Soneto do amigo

    Enfim, depois de tanto erro passado
    Tantas retaliações, tanto perigo
    Eis que ressurge noutro o velho amigo
    Nunca perdido, sempre reencontrado.

    É bom sentá-lo novamente ao lado
    Com olhos que contêm o olhar antigo
    Sempre comigo um pouco atribulado
    E como sempre singular comigo.

    Um bicho igual a mim, simples e humano
    Sabendo se mover e comover
    E a disfarçar com o meu próprio engano.

    O amigo: um ser que a vida não explica
    Que só se vai ao ver outro nascer
    E o espelho de minha alma multiplica...
    Vinicius de Moraes

    Beijinhos amigo Ricardo.

    ResponderExcluir
  3. Amigo querido,

    Que o perdão seja a luz que clareia a escuridão dos dias!!!
    Sejam felizes, hoje, amanhã e sempre
    Aqui, lá e acolá
    O amor viaja conosco
    Na mala, na foto, no banco de trás
    Basta querer levá-lo consigo

    Bjs pra vc e Rê

    ResponderExcluir
  4. Ricardo ha,
    aquelas mãos tão bonito!

    Obrigado por seus comentários nice!

    boa noite!
    Tjitske

    ResponderExcluir
  5. Ricardo gostei muito de seu blog. Já sigo. Lindo post que fala de vida e da importância de se perdoar. Ato maior da nossa condição humana.
    Um grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir