VIVER DÁDIVA É, brasileiro ser,comenda é

VIVER DÁDIVA É, brasileiro ser,comenda é

2 de jun de 2011

UM RECADO DE UM ANJO ACTOII



Angel (Cidade dos Anjos)


Spend all your time waiting for that second chanceFor the break that will make it OKThere's always some reason to feel not good enoughAnd it's hard at the end of the dayI need some distraction or a beautiful releaseMemories seep from my veinsLet me be empty and weightless and maybeI'll find some peace tonight

In the arms of the Angel far away from hereFrom this dark, cold hotel room, and the endlessness that you fearYou are pulled from the wreckage of your silent reverieYou're in the arms of the Angel; may you find some comfort here

So tired of the straight line, and everywhere you turnThere's vultures and thieves at your backThe storm keeps on twisting, you keep on building the liesThat you make up for all that you lackIt don't make no difference, escaping one last timeIt's easier to believeIn this sweet madness, oh this glorious sadnessThat brings me to my knees

In the arms of the Angel far away from hereFrom this dark, cold hotel room, and the endlessness that you fearYou are pulled from the wreckage of your silent reverieIn the arms of the Angel; may you find some comfort here

You're in the arms of the Angel; may you find some comfort here

Angel (Cidade dos Anjos)

Passe todo o seu tempo esperando por aquela segunda possibilidadePara o intervalo que o fará OKHá sempre alguma razão para sentir-se não bastante bemE é difícil no fim do diaPreciso de alguma distração ou um belo lançamentoAs memórias penetram das minhas veiasDeixe-me ser vazio e leve e talvezEncontrarei um pouco de paz esta noite

Nos braços do Anjo longe daquiDesta sala de hotel escura, fria, e a infinidade que você temeVocê é puxado do naufrágio do seu devaneio silenciosoVocê está nos braços do Anjo; pode você encontrar um pouco de conforto aqui

Tão cansado da linha direta, e em todo lugar você viraHá abutres e ladrões nas suas costasA tempestade continua torcer-se, você continua construindo as mentirasQue você compense todo de que você necessitaNão faz nenhuma diferença, evitando em uma última vezÉ mais fácil acreditarNesta loucura doce, oh esta tristeza gloriosaIsto traz-me aos meus joelhos

Nos braços do Anjo longe daquiDesta sala de hotel escura, fria, e a infinidade que você temeVocê é puxado do naufrágio do seu devaneio silenciosoNos braços do Anjo; pode você encontrar um pouco de conforto aqui

Você está nos braços do Anjo; pode você encontrar um pouco de conforto aqui

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
GRACIAS MADRINHA MINHA ISA
 
PURA MAGIA VIVER ESSE

Nenhum comentário:

Postar um comentário